Nuno Dias "Quanto mais qualidade houver, mais nos obriga a trabalhar bem"



Por Jornal Sporting 

Nuno Dias lançou a ronda de elite da UEFA Futsal Cup, a decorrer na próxima semana no Pavilhão João Rocha, com confiança na sua equipa

Depois de um ano em que os leões só foram derrotados na final e se tornaram vice-campeões europeus, a equipa de futsal do Sporting CP procura, de novo, um lugar na final-four da UEFA Futsal Cup. Para isso terá de vencer a ronda de elite, pela primeira vez disputada no Pavilhão João Rocha, entre os dias 22 e 25 de Novembro. Nuno Dias, na conferência de imprensa de lançamento dos jogos europeus, rejeitou que o facto de nos últimos anos já ter ganho a dois dos adversários [Dina de Moscovo e Halle Gooik] seja uma vantagem.

"Não se trata de um ponto a favor porque as duas equipas actualmente têm plantéis com jogadores totalmente distintos, sobretudo o Dina. A nossa grande vantagem é manter quase todo o plantel e ainda o conseguimos reforçar. Já analisámos, obviamente, as dificuldades que nos vão colocar, e parece-me que vamos estar preparados. Essa é a garantia que dou", disse, afastando, contudo, um cenário de facilitismo. "Não vão haver jogos fáceis. O Halle Gooik ainda não sofreu qualquer golo, mas vai encontrar um Sporting CP super motivado e confiante", atirou o técnico português.

Convidado a analisar comparativamente as dificuldades tendo em conta os jogos do Campeonato Nacional, Nuno Dias esclareceu que a sua equipa não trabalha de forma diferente apesar da mudança de competição, e apontou a principal diferença na preparação dos jogos europeus.

"O trabalho não é diferente. O que é diferente são as características dos adversários. O facto de termos jogado muito e não termos o tempo todo de que precisávamos para preparar os jogos é a grande dificuldade em Portugal. Aqui, a dificuldade é preparar os jogos devido à falta de informações sobre os nossos adversários, mas conseguimos apurá-la e vamos estar bem", garantiu, abordando também a diferença na prova, que sofreu alterações quanto à sua estrutura, existindo agora países que colocam duas equipas na Europa em vez de apenas uma. É mais difícil, mas também mais justo, diz o treinador do Sporting CP.

"Não tenho dúvidas nenhumas de que as mudanças trazem maiores dificuldades porque trazem mais equipas fortes para a competição. Cada vez vai ser mais difícil, mas concordo que se é uma UEFA Cup e pretende ter os melhores, e se há países com mais qualidade como é felizmente o caso de Portugal, obviamente que as mudanças são justas. Quanto mais qualidade houver, mais nos obriga a trabalhar bem", rematou, destemido.


Vídeos
Antevisão de Rúben Freire ao encontro entre o Futsal Azeméis By Noxae e a Quinta dos Lombos
Taça do Rei | Movistar Inter - CA Osasuna Magna | Livestream
Taça do Rei | Rivas Futsal - FC Barcelona Lassa | Livestream
Aos 17 anos Bernardo Paçó estreia-se na baliza do campeão nacional Sporting CP
Os melhores golos da Liga SportZone | Jornada 10 por Zona Técnica Futsal Portugal
Simas antevê jogo com o Benfica
Sibiryak perdeu a sua primeira partida da temporada
Ricardo Semblano antevê partida com o Aves
Os melhores golos da Jornada 9 por Zona Técnica Futsal Portugal
Paulo Tavares: “Queremos vencer o SL Benfica”