Saiba mais sobre o supervisor que comemora 10 anos na equipa brasileira do Cascavel.

O catve.com fez uma reportagem com Paulo Rocha, o português do Cascavel onde se fixou a alguns anos.

O típico “boa praça”, vive a vida do seu jeito e procura felicidade sem se importar com os costumes e tradições estabelecidos pela sociedade.
Essas são algumas características do dirigente Paulo Rocha, ou, Português como é conhecido em Cascavel.

Em 2019 completa uma década ao serviço do Cascavel Futsal. Nestes 10 anos, já foi auxiliar técnico, auxiliar médico, repórter, distribuidor de placas publicitárias, às vezes pai, às vezes irmão e claro dirigente de futsal.

Apesar do apelido ser Português, Paulo Rocha nasceu em Lourenço Marques, cidade que hoje é chamada de Maputo, capital de Moçambique. Viveu no seu país de origem até ao início da sua adolescência, quando se mudou para Oeiras cidade metropolitana de Lisboa, Portugal.  

Como ele não tinha muita intimidade com a bola nos pés mas gostava muito de desporto, Paulo Rocha passou a ser dirigente.

Em Portugal ele integrou a equipa da Frames, Arcada, Sassoeiros e antes de vir para o Brasil esteve 2 temporadas no Sporting.

Nesses 10 anos de Cascavel Futsal, ele fez parte dos títulos estaduais de 2011 e 2012 e também estava na conquista dos jogos abertos do Paraná em 2015.





Vídeos
Cerro Porteño é o primeiro semifinalista da Libertadores
VIDEO | Fer Drasler confirmado como reforço do SL Benfica
Resumo | Portugal 4-0 Noruega
Reações de José Luís Mendes ao empate com a República Checa - Sub-21
Reação de Jorge Braz ao triunfo (4-1) diante da Noruega
José Luís Mendes antevê partidas dos Sub21
Bruno Coelho: "a seleção é um espaço diferente"
Treino conjunto antes de jogos de preparação
Deo pede desculpa pela atitude no jogo 4
André Crud é o novo treinador do Rio Ave
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial