A Europa é Verde e Branca! Sporting é o novo Campeão Europeu



Tarde histórica no Cazaquistão. Jogava-se a primeira final desta UEFA Futsal Champions League com o novo nome e se dum lado estava o Kairat que tinha vencido as duas finais que já tinha jogado, do outro lado estava o Sporting, tricampeão nacional mas que somava por derrotas todas as 3 finais que tinha disputado da prova, duas delas neste mesmo país.

Entrou a todo o gás o Kairat com Taynan a tentar por duas vezes de longe alvejar a baliza defendida por Guitta mas com a bola a passar nas duas vezes ao lado, mas a resposta do Sporting foi imediata e primeiro Cavinato a testar por duas vezes a atenção de Higuita que defendeu os remates do internacional italiano, e depois com Dieguinho a falhar o desvio à boca da baliza a um remate cruzado de Merlim num lance onde Higuita estava batido, tudo isto nos primeiros 2 minutos de encontro.

Aos 5 minutos Cardinal descobriu Deo sozinho com o guarda-redes do Kairat mas Higuita voltava a mostrar o porque de ser tantas vezes consecutivas o melhor guarda-redes do mundo e a evitar o golo.

Depois destes 5 minutos iniciais com um Sporting muito perigoso e onde já merecia estar a vencer até por mais que um golo, vieram 5 minutos mais equilibrados mas onde o Sporting não conseguiu alvejar a baliza de Higuita e foi mesmo o Kairat a aparecer mais perigoso mas ainda assim, as únicas vezes que nestes primeiros 10 minutos Guitta precisou de intervir foi em dois remates de Higuita, um num livre direto e outro num remate do guarda-redes cazaque desde a sua área.

As equipas estavam coesas defensivamente, e depois e várias investidas de ambos os lados que nunca chegavam ao destino, só aos 17 minutos voltávamos a ter uma oportunidade clara de golo. Erick remata para defesa de Higuita, na recarga remata forte com Cavinato a aparecer ao segundo poste, mas a bola a embater no ala/pivot leonino e a sair para fora, era já a segunda bola que o Sporting falhava ao segundo poste.

Até ao fim o Sporting teve ainda mais algumas oportunidades de golo, mas veio também talvez o momento mais perigoso do Kairat que rematou 4 vezes à baliza de Guitta. Uma por Rangel que ia traindo o internacional brasileiro depois de desviar em Erick, outra de Taynan que também desviou antes de uma bela intervenção do guarda-redes leonino e as outras duas de Higuita, que foi sem sombra de duvida a grande figura deste primeiro tempo.

Se na primeira parte a bola não queria nada com o golo do Sporting, na segunda este apareceu logo a abrir. Na passagem do segundo minuto, Cardinal recebe a bola na direita e encontra Cavinato no centro da área que apareceu sozinho a inaugurar o marcador e a colocar o conjunto leonino na vantagem.

O Kairat respondeu de pronto com um guarda-redes avançado subindo com Higuita, mas foi novamente o Sporting a marcar aos 26 minutos num grande golo de Merlim. Depois de ser servido por Dieguinho, o Mago rematou forte com a bola a entrar lá onde a coruja dorme.

Manteve-se o Kairat com o guarda-redes avançado, mas o Sporting esteve sempre muito coeso e podia muito bem guardar este jogo num dvd de como se defender esta estratégia. Quando a bola não era cortada por um defensor do Sporting era mesmo Guitta a aparecer com excelentes defesas.

O Kairat teve mesmo de a 3 minutos do fim mudar de estratégia e jogou com guarda-redes avançado com um jogador de campo a substituir Higuita e foi nessa estratégia que conseguiu reduzir a dois minutos do fim. Bola no fundo em Faveró que com a saída de Guitta serviu Douglas Junior que rematou forte para o fundo das redes leoninas.

Vieram então dois minutos finais impróprios para cardíacos com Kairat a tentar de todas as formas o golo do empate, que esteve bem perto de acontecer a 36 segundos do fim quando Taynan encontrou Tursagulov no segundo poste e quando o pavilhão já se levantava para festejar o golo eis que apareceu Guitta a provar a sua alcunha de “São” e a fazer uma estrondosa defesa. O resultado não se alterava até ao fim e o Sporting, há 4ª tentativa, terceira consecutiva, conseguiu o tão desejado titulo Europeu, num jogo que poderá ver ou rever a ficha e o resumo aqui.

A Zona Técnica congratula desde já o conjunto leonino pelo feito alcançado que engradece ainda mais o futsal português que depois do titulo europeu por seleções, consegue juntar a esse o titulo europeu de clubes conquistado pelo Sporting Clube de Portugal.




Vídeos
Cerro Porteño é o primeiro semifinalista da Libertadores
VIDEO | Fer Drasler confirmado como reforço do SL Benfica
Resumo | Portugal 4-0 Noruega
Reações de José Luís Mendes ao empate com a República Checa - Sub-21
Reação de Jorge Braz ao triunfo (4-1) diante da Noruega
José Luís Mendes antevê partidas dos Sub21
Bruno Coelho: "a seleção é um espaço diferente"
Treino conjunto antes de jogos de preparação
Deo pede desculpa pela atitude no jogo 4
André Crud é o novo treinador do Rio Ave
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial