Barcelona vence ElPozo Murcia e conquista a Supercopa da Espanha (4-3)



O Barcelona conquistou a sua segunda Supercopa da Espanha ao vencer o ElPozo Murcia por 4-3 no Pavilhão Multiuso de Guadalajara.

Os comandados de Andreu Plaza tiveram o jogo inteiro à frente no placar, apesar de terem sofrido na reta final. A má notícia veio com a lesão de Esquerdinha, que teve de ser removido em maca. O MVP da partida foi o guarda-redes blaugrana, Juanjo.

Dizem que o verdadeiro campeão é aquele que luta repetidas vezes sem nenhum medo. Um com uma aura especial, quase mitológico ou até tem a honra de compartilhar a história com os maiores. E assim, como se fosse uma lenda, o Barça continua a fazer o seu caminho, a sua história.
O conjunto do Andreu Plaza conquistou uma nova Supercopa, a segunda na sua história, e como na primeira, contra o ElPozo Murcia.

O Barça, desde o primeiro momento que saltou para a pista azul, teve idéias claras. Uma equipa solidária, perfeita e com intensidade. Uma identidade que valeu o 2-0, nos primeiros cinco minutos, com golos de Aléx na própria baliza e Marcénio.
Diego Giustozzi, pediu tempo e mais do que nunca, era hora de cerrar os dentes. 
A oito minutos do final, o Barça cometeu a sua sexta falta, mas Andresito não conseguiu bater Juanjo. Esquerdinha, pouco depois fez o 3-0.
A faltarem 5:38 chegaram as más notícias. O '77' do Barça, ao tentar controlar uma bola no centro do campo, lesionou-se no joelho e teve de ser removido de maca, sob grande aplauso do Multiusos de Guadalajara.
Os últimos cinco minutos foram brancos e vermelhos. Juanjo estava intransponível, mas Matteus, encortou distâncias e deu novo alento ao ElPozo Murcia e deu um suspiro ao time. 

No segundo tempo, o Barça marcou novamente muito cedo. Aos 24 minutos, Aicardo aumentou a vantagem. O El Pozo Murcia nunca desistiu e Paradynski enviou uma bola ao poste. Os minutos passavam e a faltar oito para o apito final, Giustozzi decidiu colocar Andresito de 5X4. Levou os dividendos, porque Pol Pacheco colocou o marcador em o 4-2.
Nos últimos minutos a figura de Juanjo emergiu novamente para se segurar o jogo. Andresito ainda  conseguiu marcar no último minuto e colocar o resultado final em 4-3 e dara emoção até o fim. 

Vídeos
José Luís Mendes: “Não fomos a equipa que gostávamos de ser”
Pedro Palas antevê partida das meias-finais frente à Croácia
José Luís Mendes: “Portugal vai jogar para ganhar”
José Luís Mendes: "Primeira parte muito bem conseguida"
José Luís Mendes: “Estivemos bastante bem”
Cerro Porteño conquista 5º titulo consecutivo no Paraguai
Corinhians vence Barcelona por 4-2 na World Intercontinental Cup | VÍDEO RESUMO
Gustavo Rodrigues: "Chegar ao Europeu bem preparados"
Acompanhe em direto as 3 partidas da World Intercontinental Futsal Cup
Movistar Inter antevê participação na International Master Futsal
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial