Cátia Morgado foi decisiva na 1ª Jornada



Começou esta semana a edição 2019/20 do Campeonato e já com algumas jogadoras a merecem algum destaque pelo que conseguiram nesta primeira Jornada.

Começando pela Zona Norte, e pelo primeiro encontro desta edição, o Vermoim recebeu em sua casa o Santa Luzia.  Carla Vanessa, Maria Rodrigues, um auto-golo de Cláudia Lobo e um bis de Dani foram suficientes para garantir a vitória do conjunto vianense neste primeiro encontro, com Ana Azevedo e Márcia Ferreira a marcarem os 2 golos da equipa da casa.

Já por Fafe as recém-promovidas do Povoa Futsal estiveram perto de surpreender o Nun’Álvares. Marisa Neto bisou e Mariana Marques marcou o outro tento do conjunto da Povoa, enquanto Martinha, Loira e Telma, esta última já nos últimos segundos da partida, fizeram os golos das Condestáveis que ditaram assim um empate a três bolas.

Quem também esteve perto de surpreender foram as recém-promovidas do Lusitânia de Lourosa que perderam pela margem mínima contra o candidato Novasemente. Junior colocou o Novasemente em vantagem, Mariana Gandarez empatou a cerca de 1 minuto do fim, mas houve ainda tempo para Angélica marcar o 1-2 final com que o jogo terminava.

O outro jogo desta Zona Norte também terminou com um empate a 3, entre o Chaves e o Águias de Santa Marta. Para o conjunto flaviense marcaram Joana Melo, Sara Marques e Ângela Marinho enquanto para o conjunto do concelho de Penafiel marcaram Cátia Museu, Joana Barbosa e Bárbara Tavares.

Já na Zona Sul, o único empate foi precisamente entre as recém-promovidas do Arneiros e as vice-campeãs nacionais da Quinta dos Lombos. O Arneiros nunca esteve em desvantagem, sendo que a reforço Pipa esteve em destaque com um bis enquanto Jéssica Melo e Di fizeram os restantes golos. Do lado das visitantes, foi Cris que bisou sendo os restantes golos da autoria de Dricas e Carolina Liliu.

Quem entrou a todo o gás foi o Povoense na receção ao Venda da Luísa. As forasteiras até começaram a vencer com golo de Mariana Soares mas o bis de Nanci e os golos de Inês Neto, Margarida Dias e Vera Serrador garantiram esta expressiva vitória por 5-1 do conjunto da Povoa de Santa Iria.

Quem também entrou a golear foi o Benfica. Com bises de Inês Fernandes, Sofia Jesus e Raquel Santos que marcou golo de belo efeito, e ainda com golo de Janice e auto-golo de Marisa Amorim, o Benfica levou a melhor sobre o Leões de Porto Salvo que com golos de Joana Vieira e Érica Ferreira deixou o resultado num 8-2 final mas que ao intervalo era apenas de 3-2.

Para o fim deixamos então o jogo da figura da jornada. O Sporting recebeu no João Rocha o CR Golpilheira, dois clubes que tinham perdido algumas jogadoras. Diana Monteiro esteve em grande destaque no encontro a defender quase tudo o que havia para defender. Apenas Morgado conseguiu por duas vezes ultrapassar essa barreira, a primeira de grande penalidade a castigar falta de Licas sobre Queiroz e o segundo numa bela jogada individual. Ká marcou no meio desses dois golos, empatando na altura o encontro que foi então decidido pela figura desta 1ª Jornada, Cátia Morgado.

Fique então com a pequena entrevista da Zona Técnica (ZT) a Cátia Morgado (CM):

ZT - Uma partida difícil nesta 1ª Jornada do Campeonato Nacional, quais as principais dificuldades que este Golpilheira vos colocou na tua opinião?

CM - Golpilheira é uma equipa com bastante experiência, e agora aliada a alguma juventude apresentou uma equipa bastante coesa e concentrada, porém quando chegávamos à baliza delas com perigo, apanhávamos uma guarda redes muito inspirada. Também a ansiedade e o nervosismo para fazer mais golos foram outro grande adversário.

 

ZT - Acabaste por bisar, fazendo assim os únicos dois golos da tua equipa nesta vitória tangencial, o que sentiste quando conseguiste aquele segundo golo que teimava em aparecer?

CM - O segundo golo foi um golo de alívio e ao mesmo tempo de raiva. Fizemos o primeiro golo bem cedo, e continuamos a trabalhar em busca de mais um ou dois golos, que nos dessem algum conforto. A meio da segunda parte acabámos por sofrer o golo do empate. O tempo ia passando e a equipa começava a ficar mais ansiosa, até que a 4 minutos do fim, conseguimos, finalmente, fazer o golo que nos voltava a dar vantagem.

 

ZT - Encontraram uma guarda-redes inspirada na equipa do Golpilheira que vos tirou muitas bolas de golo, mas acabaste por fazer aquele segundo golo de belo efeito. Sentiste que só num momento de inspiração como esse é que seria possível voltar a fazer abanar as redes adversárias?

CM - Eu sempre acreditei que podíamos marcar a qualquer momento, quer fosse por jogada individual ou coletiva, e que os três pontos não nos iriam escapar. Tive a felicidade de ter marcado o golo que nos deu a vitória e sinto-me grata por isso.

 

ZT - A equipa teve algumas saídas esta temporada, e acabou por se reforçar com 4 jogadoras de fora, mas também com 3 jogadoras do plantel júnior. Acredita que esta vitória pode ser importante nesta fase inicial onde estão certamente a entrosar-se umas com as outras?

CM - É sempre importante começar a vencer, mas sabemos perfeitamente que nem tudo está bem, nem tudo está mal, ainda temos muito para trabalhar. Felizmente mantivemos a mesma base da época passada e sinto que tanto as juniores que subiram para as seniores como os novos reforços estão focadas e motivadas para ajudarem o Sporting CP.

 

ZT - Para terminar, quais os objetivos para esta época?

CM - Quem enverga a camisola do Sporting CP, sabe perfeitamente que os objetivos deste grande clube passam por ganhar títulos, obviamente sabemos que não vai ser fácil, existem equipas com uma enorme qualidade coletiva e individual. Por isso, temos que ter os pés bem assentes na terra e pensar ganhar jogo a jogo.


Vídeos
Allan é reforço do SC Braga/AAUM
Cavinato foi o detentor do melhor golo da Jornada 6
Taynan decide no último suspiro
Campeonato Nacional de Futsal Feminino | Top 3 Golos (Video)
José Luís Mendes: “Não fomos a equipa que gostávamos de ser”
Pedro Palas antevê partida das meias-finais frente à Croácia
José Luís Mendes: “Portugal vai jogar para ganhar”
José Luís Mendes: "Primeira parte muito bem conseguida"
José Luís Mendes: “Estivemos bastante bem”
Cerro Porteño conquista 5º titulo consecutivo no Paraguai
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial