Uma Leninha que cada vez se afirma mais é a figura desta 8ª Jornada



Realizada a 8ª jornada, e com 6 para disputar até ao final desta primeira fase, encontramos já algumas contas a complicarem-se e outras equipas a ficarem com destinos praticamente definidos, mas o que nos traz aqui hoje é dar créditos a quem mais se destacou no passado fim-de-semana, e é isso mesmo que vamos fazer de seguida.

Começamos pela Zona Sul onde encontramos o Arneiros como provavelmente o maior vencedor desta jornada. O conjunto que subiu esta temporada ao principal escalão, venceu na deslocação à Quinta dos Lombos, dificultando em muito as contas das vice-campeãs nacionais e ganhando pontos a todos os adversários diretos. Pombo, Brás e Pipa fizeram os golos do Arneiros, tendo esta última feito também um auto-golo e Dricas fez o outro tento do conjunto de Carcavelos.

O Venda da Luísa, lanterna vermelha desta zona, recebeu e empatou com o Povoense, conquistando assim o segundo ponto em 8 partidas. O Venda conseguiu até estar à frente do marcador nos momentos finais do encontro com um golo aos 38 mas consentiu nesse mesmo minuto o empate. Para o conjunto da casa bisou Mariana Soares e marcaram Vera Tinoco e Marisa Fernandes, tendo estas últimas duas feito também auto-golos, com os restantes tentos do Povoense a serem marcados por Nanci e Carapau.

 Quem regressou às vitórias foi o Sporting que na deslocação ao reduto do Golpilheira, venceu pela margem mínima. Uma vitória por 1-2 começada a construir logo no minuto inicial do encontro por Débora Queiroz. Já no segundo tempo Kika fazia o 0-2 e perto do fim Carolina Ribeiro reduziu para o 1-2 mas o Golpilheira não conseguiu mais que essa reação e o Sporting garantiu assim mais 3 preciosos pontos, deixando o Golpilheira numa posição mais delicada no que à Zona de Apuramento de Campeão diz respeito.

Para terminar a Zona Sul falta então falar do Benfica que continua a vencer e a convencer todos os seguidores da modalidade. 8 jogos com tantas outras vitórias 51 golos marcados e 8 sofridos, são os registos das tricampeãs nacionais esta temporada, e nesta ultima jornada a vitima foi o Leões de Porto Salvo que acabou goleado por 1-8 na sua própria casa Érica Ferreira fez o tento das leoas quando já havia um 0-6 encarnado, sendo que do lado do Benfica Janice fez hat-trick, Maria Pereira e Inês Fernandes bisaram e Fifó também marcou.

Vamos então para a Zona Norte onde destacamos desde já a vitória do Vermoim no reduto do Santa Luzia, que conseguiu assim por fim a um conjunto de 3 jogos sem vencer (1 empate e 2 derrotas). Paula Gomes, Cata e Ana Azevedo fizeram os tentos do conjunto de Vila Nova de Famalicão, enquanto Cris e Mara fizeram os golos Vianenses que foram insuficientes para impedir a derrota. O Santa Luzia que no inicio do campeonato até chegou a andar no topo, está agora em 3º com um a mais que este Vermoim que é 4º, e a 7 pontos do líder.

Falando em líder, quem aproveitou esta jornada foi mesmo o Novasemente que conseguiu ganhar pontos ao 2º e ao 3º classificado e está cada vez mais isolado na primeira posição. Na receção ao ultimo classificado desta Zona, o Lusitânia de Lourosa, o Novasemente goleou com um poker de Bianca que podia muito bem ser a figura da jornada, ela que é agora a melhor marcadora da Zona Norte, com bis de Nancy e com golos de Juninha, Lidia e Junior, enquanto para as de amarelo e preto marcaram Rita Ribeiro e Mariana Gandarez.

Quem está também num momento positivo é o GD Chaves que conseguiu pontuar pela 3ª jornada consecutiva, desta feita na deslocação ao reduto das Águias de Santa Marta. As Flavienses começaram a ganhar com o golo de Daniela Campos (que esteve também na jogada do golo do empate), mas o conjunto penafidelense deu a volta com golos de Barbara Tavares e Sabina. Mas se os finais do encontro até costumam ser bons para as Águias que garantiram 6 dos 15 pontos conquistados até ao momento, desta vez “virou-se o feitiço contra o feiticeiro” e foi mesmo o Chaves a marcar o tento do empate por Marisa Figueiredo no último segundo.

Falta então falar do jogo daquela que a Zona Técnica considerou como Figura da Jornada. Na Povoa de Varzim, o Nun’Álvares começou a ganhar com golo de Nádia Martins, mas Bete empatou de imediato para o Povoa Futsal, antes de aparecer então Leninha. A internacional portuguesa pelas seleções jovens onde foi inclusive uma das campeãs olímpicas, tem estado em grande destaque ao longo da temporada no Nun’Álvares, tendo sido já decisiva em outras ocasiões com os seus golos, nesta jornada fez um hat-trick importante para o regresso da sua equipa às vitórias, tendo Loira marcado o outro golo das fafenses.

Fique então sem mais demora com a entrevista da Zona Técnica Futsal (ZT) a Leninha (HN):

ZT – Uma vitória por 1-5 num jogo que nem sempre foi fácil para a vossa equipa, qual a importância destes 3 pontos?

HN - Sabiamos que ia ser um jogo difícil, que tinhamos de encarar com a máxima seriedade para conseguirmos levar os 3 pontos. Contudo, temos noção que a margem de manobra torna-se cada vez mais curta e precisávamos desta vitória, não só para o ânimo que transmite ao grupo depois de uma série menos positiva, como pelo facto de nos manter mais acesas na luta pelo nosso objetivo.

 

ZT – Dos 5 golos da sua equipa, a Leninha fez 3, entre os quais o golo que desempata a partida depois do 1-1 alcançado nos primeiros minutos, o que significou cada um desses golos para si?

HN - Marcar é sempre uma sensação ótima, especialmente quando no fim a equipa ganha. O significado destes golos é que a equipa trabalhou bem, que criamos oportunidades. Fui eu quem os marcou, mas não fui eu quem construiu a jogada sozinha, claro que fiquei muito feliz por ter ajudado a equipa com os golos, mas de uma forma ou de outra eles iam acabar por surgir para qualquer uma.

 

ZT – Marcou tantos golos neste jogo como tinha nos anteriores, e com isso atinge uma lista de 4 jogadoras (juntamente com Ana Azevedo, Carla Vanessa e Junior) com 6 golos, e na perseguição a Bianca que é a melhor marcadora desta Zona Norte. É um dos seus objetivos estar no topo da tabela de marcadoras?

HN - Como referi em cima, é sempre muito bom marcar porque o futsal são golos e quem marca mais ganha. Claro que também é uma boa sensação estar nas melhoras marcadoras desta Zona Norte, mas isso não é um objetivo para mim. O meu objetivo é trabalhar cada vez melhor e que a equipa ganhe. Golos podem ser de qualquer uma desde que no fim sejamos nós a sair felizes.

 

ZT – Mantendo o foco nos objetivos pessoais, esteve já este ano numa seleção sub-19, há a possibilidade de estar nas sub-21, e a seleção A, é algo que acredita que pode chegar a curto prazo?

HN - Como todas as jogadoras o meu sonho era representar o meu país, felizmente consegui-o nas camadas jovens. Mas agora atingido esse objetivo tenho outros impostos a mim mesma, continuar a trabalhar cada vez mais para evoluir, porque nada está garantido, e, cada coisa a seu tempo, poder representar a seleção de sub21 e, quem sabe, a seleção principal, que é o meu maior objetivo a nível individual e para o  qual me esforço todos os dias.

 

ZT – E no que aos objetivos da equipa diz respeito. Estão neste momento a 3 pontos da Zona de Campeão, e a 5 do 2º lugar, quando faltam disputar 6 jornadas, é um objetivo claro o de alcançar essa fase de campeão seja em que posição for, ou têm o objetivo de alcançar alguma posição especifica nesta primeira fase?

HN - Claro que gostávamos de ficar o mais acima possível, mas nem sempre as coisas correm de feição por isso, neste momento, o nosso único objetivo passa por conseguirmos alcançar qualquer um dos lugares que nos dê acesso à fase de campeão.

 

ZT – Para terminar, sendo a Helena ainda uma jogadora muito jovem, certamente que tem algumas referências na modalidade, se tivesse de escolher apenas uma para destacar quem seria essa sua grande referência?

 HN - A minha referência passa por uma jogadora de topo, a Taninha. É uma jogadora que sigo desde os tempos dela no Sporting, sempre que possível. Já atingiu aquilo que é o auge de qualquer jogadora, a seleção A, gosto bastante da forma de jogar e tem um estilo de jogo com o qual me enquadro bastante.

 

E para si, quem foi a grande figura desta jornada? Deixe a sua opinião nos comentários.


Vídeos
Os melhores golos da Jornada 13 da Liga Placard, tem o apoio de IMVISO e Decatlhon Portugal
Hungria bate Rússia no 2º encontro entre as duas seleções | Vídeo
Portugal vence França por 4-3 | Resumo
Itália vence as duas partida de preparação diante da Eslovénia | Vídeo
Portugal bateu a França por 2-1 | Resumo
Espanha vence Japão por 9-1 | Vídeo
Um bronze que mudou o Futsal em Portugal | 19 anos depois
Os melhores golos da Jornada 12, com o apoio de IMVISO
Autocarro avaria e Magnus pega boleia de camião para o treino | Vídeo
Manuel Mesquita eleito com o melhor golo da Jornada 11
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial