Casal Velho denuncia agressão a atleta após o jogo com Fonsecas Calçada



O Fonsecas Calçada derrotou ontem, o Casal Velho por 3-1 e após o termino da partida e já fora do pavilhão aconteceram cenas lamentáveis segundo o comunicado do Casal Velho.
"O CCDS Casal Velho vem por este meio repudiar os acontecimentos passados no jogo de dia 7 Dezembro contra o GDC Fonsecas e Calçada onde o nosso atleta Filipe Gonçalves foi vitima de uma atitude COBARDE sendo barbaramente agredido deforma traiçoeira à saída do pavilhão.
Um dos elementos (não foi o único) do GDC Fonsecas e Calçada , que estava inscrito na folha de jogo, chamado João Lopes, alguém que nem ao desporto deveria estar ligado devido ao seu historial, passou o jogo a intimidar e a provocar a nossa equipa assim como a equipa de arbitragem, apesar de ser expulso não evitou que a equipa de arbitragem se sentisse intimidada durante o que restou do jogo.
Mesmo com o jogo acabado ele e alguns familiares continuaram a sua provocação e intimidação junto da nossa equipa, mais concretamente para com o nosso atleta.
À saída do Pavilhão mesmo com a policia a alguns metros de distância assistindo a tudo impávida e serena, o nosso atleta foi confrontado por um familiar (a esposa) desse sr. com o intuito de o agredirem, o individuo em questão, que tem deveres, perante o Clube que representa, ao invés de acalmar os ânimos ainda instigou os desacatos conjuntamente com pelo menos outro elemento ligado ao clube, no meio desta situação o filho do sr. João Lopes agrediu de uma forma cobarde e à traição o nosso atleta, deixando o Filipe no estado em que se vê na imagem , quase que foi necessário implorar para que a Policia nos prestasse protecção pois estavam com muita vontade de abandonar o local, contudo lá nos ajudaram.
O Casal Velho não compactua nem se revê com actos desta natureza e não pode deixar de mostrar e sua consternação perante toda esta situação e estar do lado da equipa, que viveu momentos de perigo à saída daquele pavilhão. A nossa derrota pouco importa o Desporto não é isto, temos de erradicar pessoas como estas do seio dos clubes.
Não queremos que os nossos atletas e jovens percam a vontade de praticar esta modalidade por não se sentirem seguros.
Iremos tomar as devidas diligências junto das autoridades competentes, para que se apurem responsabilidades.
Estamos convictos e acreditamos que o GDC Fonsecas e Calçada não se reveja neste tipo de situações, por isso achamos que deve tomar as devidas ilações e fazer o que deve ser feito.
Ao Filipe que foi aquele que sofreu literalmente na pele tudo isto, o clube deseja uma rápida recuperação."

Vídeos
Edu Sousa venceu o prémio de Melhor Guarda-redes da Liga Nacional de Futsal
Live | Gazprom-Yugra - Partido Comunista
Joaçaba é campeão da Recopa SC Krona
Resumo da Final entre o Movistar Inter e o Valdepeñas
Dividir Para Evoluir | Irene Samper, AD Alcorcon e Seleção Espanhola
#FicaEmCasaComFutsal - Jorge Braz - 01/05/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Marcos Antunes - 30/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Carlos M Silva - 29/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Jorge Silvério - 28/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - João Nuno Ribeiro - 27/04/2020
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade