AD Alcorcón está na Final ao fim de 18 penaltis



Jogou-se hoje a meia-final do Play-Off feminino espanhol, que decidia quem defrontaria na final do próximo domingo o Burela da Portuguesa Jenny.

O jogo colocava frente a frente as galegas do Ourense e as madrilenas do Alcorcón, e foi mesmo o conjunto da capital espanhola a começar melhor, mas os ataques do Ourense eram bastante perigosos, e se Candela não chegasse uns segundos atrasada podia mesmo ter feito o 1-0.

Mas o primeiro golo foi mesmo para o conjunto que mais tinha feito até ao momento. Aos 5 minutos, após um remate de Cynthia que embateu em Chiky e em que a bola sobrou para Ballesteros esta aproveitou o facto de Vane se ter feito ao lance e não estar bem posicionada para rematar a contar.

Pouco depois o Ourense chegava à 5ª falta, ainda nos primeiros 6 minutos da partida, e se as coisas estavam mal para as galegas, pior ficaram quando aos 7 minutos, Vane Sotelo recebeu a bola nos últimos 10 metros, e mesmo rodeada por 3 adversárias girou e rematou a contar para o 0-2.

Morenín pediu um time-out imediato, mas não conseguiu mudar o maior pendor do Alcorcón que viu Vane Sotelo bisar aos 13 minutos. A internacional espanhola tabelou com Ballesteros, isolou-se com Vane Barberá e no cara a cara com a guarda-redes adversária não facilitou e fez o 0-3.

Nada fazia prever uma mudança no resultado até ao fim da primeira parte, mas essa acabou mesmo por chegar aos 19 minutos duma forma também ela pouco habitual. O Ourense fez a bola chegar à guarda-redes Vane que ainda no seu meio campo viu Estela adiantada e fez um remate em balão que só parou nas redes da baliza do Alcorcón e levou o jogo num 1-3 para o intervalo.

Na segunda parte o Ourense entrou melhor, decidido a marcar cedo, mas só conseguiu mesmo aos 29 minutos quando num livre a castigar uma falta sofrida por Sara Moreno, a mesma Sara rematou forte para o 2-3.

Um minuto depois e Sara bisava, empatando a partida. Jogada pela direita com Maria a servir a pivot do Ourense que apareceu aos 6 metros e finalizou da melhor forma para o 3-3 com que o jogo chegaria mesmo aos 40 e depois aos 46 minutos, levando as decisões para as grandes penalidades.

Nos penaltis cumpriu-se a regra de “no melhor pano cai a nódoa”.

No lado do Alcorcon marcaram Vane Sotelo, Nere Moldes, Ballesteros, Pipi, Carmen Alonso, Irene Samper e Estela Cantero, enquanto Aida e Paula Llorente permitiram a defesa Vane. Já do lado do Ourense marcaram Laura Uña, Judith, Candela, Chicky, Lau Doce e Iraia, enquanto Marta e Sara Santos permitiram a defesa a Estela, e no remate final Sara Moreno que tinha bisado na partida acertou no poste e meteu o Alcorcón na final.

O Burela da portuguesa Jenny sabe agora quem irá defrontar na final, e vai competir contra um Alcorcón mais desgastado fisicamente, mas certamente muito bem psicologicamente para esse jogo decisivo.

Veja a ficha deste jogo das meias-finais aqui


Vídeos
Resumo da Final entre o Movistar Inter e o Valdepeñas
Dividir Para Evoluir | Irene Samper, AD Alcorcon e Seleção Espanhola
#FicaEmCasaComFutsal - Jorge Braz - 01/05/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Marcos Antunes - 30/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Carlos M Silva - 29/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Jorge Silvério - 28/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - João Nuno Ribeiro - 27/04/2020
Dividir Para Evoluir | Renatinha, Real Statte e Seleção Italiana
Dividir Para Evoluir | Mayte Mateo, STV Roldan e Seleção Espanhola
#FicaEmCasaComFutsal - Ricardo Sobral -"Cacau" - 25/04/2020
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade