Taça Nacional começa a ficar definida



Existem já várias equipas com a presença na Taça Nacional garantida, e entre dia 3, 5 e 6 serão encontradas as restantes equipas.

Deixamos um resumo de cada um dos distritais:

 

AF Viana do Castelo – GD Castanheira ou Casa do Povo de Freixo?

Tudo será decidido dia 6 de junho pelas 16 horas. Neste momento da competição é o GD Castanheira que segue na frente com 7 pontos, mas com mais um jogo que a CP Freixo que segue com 4. Ainda assim é previsto que mais uma vez estes não tenham dificuldades em ultrapassar o Melgacense que é último classificado com 3 derrotas nos 3 jogos e com 1 golo marcado e 35 sofridos. Ainda assim esse resultado contra o Melgacense pode também ser importante para o caso da última jornada terminar empatada, uma vez que a diferença de golos pode ser decisiva.

 

AF Braga – AD Jorge Antunes ou AF Campo?

Com 7 equipas no Distrital, foram já disputadas 6 das 7 jornadas, sendo que apenas uma equipa terminou já a temporada que neste caso foi o Candoso que estando em 3º lugar pode ainda descer ao 4º. A luta pelo titulo tem apenas duas equipas que venceram todas as 5 partidas realizadas e que se vão defrontar entre si no dia 3 de junho. Falamos da AD Jorge Antunes e da Associação Futsal de Campo. Quem vencer seguirá para a Taça Nacional com o titulo de campeãs distritais, sendo que um empate também servirá à AD Jorge Antunes que tem neste momento melhor Diferença de Golos.

 

AF Vila Real – Alves Roçadas regressa às conquistas

Depois duma primeira fase a 6 equipas que retirava logo os 2 últimos da luta pelo título veio o play-off que acabou por ditar que o Académico Alves Roçadas é o novo campeão distrital de Vila Real depois de vencer o Santo Estêvão nas grandes penalidades. O Santo Estêvão conseguiu mesmo a níveis internos uma temporada sem qualquer derrota nos 40 minutos, mas as grandes penalidades sorriram ao conjunto da capital de distrito que 10 anos depois volta a conquistar esta competição.

 

AF Bragança | AR Santo Cristo é única equipa Inscrita

Sem competições a decorrer. Ao que a Zona Técnica apurou a única equipa que esta temporada se inscreveu para alem do Macedense que disputa a segunda divisão foi o AR Santo Cristo que assim sendo estará diretamente qualificado para a Taça Nacional.

 

AF Porto – Ainda há 4 possíveis campeãs

Dia 6 teremos o vencedor do distrital da AF Porto apurado numa final que colocará frente a frente as equipas que vencerem os respetivos grupos desta 2ª Fase do distrital. Ainda assim nenhum grupo está já definido quando entramos para a 3ª e ultima jornada desta segunda fase, sendo que num grupo a luta será entre Modicus e Juventus Triana que se defrontam na quinta-feira com o Modicus a precisar apenas dum empate e com a Juventus Triana a ter de ganhar para poder seguir até à final, enquanto no outro grupo é o CD Aves e o Leixões SC que estão na mesma situação, desta feita com o CD Aves a precisar apenas de empatar com o Leixões que tem de vencer a partida. As restantes equipas estão já matematicamente fora da disputa.

 

AF Aveiro – Ainda não há campeão distrital, mas Gafanha vai à Taça Nacional

Sabendo-se que é o campeão distrital que vai à Taça Nacional, é um pouco estranha esta afirmação do título, mas é verdade. O Campeão Distrital de Aveiro será definido apenas na quinta-feira, sendo que o Novasemente B sabe que ao fazer o mesmo resultado do GD Gafanha conquista o troféu, sendo que o Gafanha terá sempre de esperar uma escorregadela do conjunto de Espinho. Ainda assim estas têm já a presença na Taça Nacional garantida uma vez que segundo os regulamentos da AF Aveiro, a equipa B do Novasemente não poderá ser indicada para tal competição, pelo que como nenhuma das outras equipas pode ultrapassar estas duas, o Gafanha tem então a sua vaga confirmada.

 

AF Viseu – Viseu 2001 alcançou o bicampeonato

Realizou-se no passado fim-de-semana a Final Four do Campeonato Distrital de Viseu que pelo segundo ano consecutivo sorriu à equipa do Viseu 2001. Depois de no inicio da temporada ter falhado o acesso à 2ª Divisão Nacional, o conjunto liderado por Rogério Nunes que conquistou o seu 10º campeonato distrital de futsal feminino, derrotou nas meias a equipa da CB Mortágua por 7-2, e na final o Satense por 3-0, fazendo assim uma temporada 100 % vitoriosa no que a provas distritais diz respeito e garantindo a sua vaga na Taça Nacional.

 

AF Guarda – Penaverdense fez a festa na derradeira jornada

Sem a hegemónica equipa do Guarda 2000 que depois de várias conquistas distritais subiu esta temporada à segunda divisão e não participou assim neste campeonato, foi mesmo o Penaverdense quem acabou por sorrir no fim. Com o plantel mais jovem do campeonato, a equipa de Aguiar da Beira precisava apenas dum empate na ultima jornada contra o Vila Cortez que era a outra equipa que podia ainda conquistar este titulo, e foi essa mesma igualdade que vingou no fim e que deram ao Penaverdense esse titulo de campeãs distritais e a vaga para a Taça Nacional.

 

AF Coimbra – Academia de Condeixa ou Serpinense?

Tudo se decide mais uma vez no dia 3 ou no dia 6 de Junho. A Academia de Condeixa lidera o campeonato com 18 pontos em 6 partidas, e para além deste conjunto apenas o Serpinense pode ainda sonhar com o título. Estas duas equipas defrontam-se no dia 3 de junho, e uma vitória ou empate da equipa de Condeixa garante desde logo a conquista do distrital, enquanto uma vitória do Serpinense adia as decisões para dia 6 onde esta equipa folga e terá de esperar que o Condeixa não vença o Norte e Soure (que tem um ponto em 6 jogos) para poder festejar, sendo que então a Academia de Condeixa precisará apenas ou de pontuar na próxima jornada ou de vencer a última para conquistar o desejado título distrital.

 

AF Castelo Branco – GD Valverde mantem a hegemonia

Foram as primeiras campeãs distritais como foi noticiado pela Zona Técnica na altura. A faltarem duas jornadas para o fim, a equipa do Valverde confirmou essa conquista e já depois de se consagrarem campeãs distritais voltaram a vencer, sendo que no próximo fim-de-semana a equipa entra em jogo contra o NJ Proença-a-Nova a lutar para sair 100 % vitoriosa este distrital antes de chegar à Taça Nacional.

 

AF Leiria – Núcleo do SCP de Pombal regressa às conquistas

No passado fim-de-semana o Núcleo do SCP de Pombal festejou o regresso aos títulos no distrital de Leiria. Quase sempre na luta por essas conquistas viu-se recentemente ultrapassado primeiro pelo Vidais e depois pela CB Leiria, mas esta temporada conseguiu mesmo a conquista ao vencer o Alvorninha na última jornada e ao fazer um campeonato 100 % vitorioso. O Alvorninha que até terminou o campeonato na 3ª posição, atrás do CCRD Fuas, era mesmo a única equipa que podia tirar este título ao Pombal se as vencesse na ultima partida, mas as de Pombal venceram por 5-2 e fizeram a festa no final.

 

AF Santarém – CADE com um pé, mas VC Santarém quer dar a volta

São apenas duas equipas que disputam o distrital de Santarém esta temporada depois de algumas desistências em virtude da pandemia. CAD Entroncamento e VC Santarém, sendo que a primeira equipa é a campeã distrital em título e falhou o acesso à 2ª Divisão, algo que quer tentar novamente este ano e para isso basta vencer ou empatar na próxima jornada que será disputada no dia 5 de Junho pelas 21 horas. O VC Santarém sabe que vencer não chega uma vez que uma vitória por apenas um golo favorece o CADE, mas este jogo será certamente encarado como uma final para ambas as equipas.

 

AF Portalegre – Sem equipa indicada

Sem competição distrital este ano por decisão da AF Portalegre que bem cedo decidiu cancelar as competições existentes, numa altura em que o distrital de futsal feminino não tinha sequer começado, não há qualquer vencedor do distrital e ao contrário do que acontece em Bragança que existe apenas uma equipa, aqui há mais que uma inscrita, sendo que com esta decisão da AF Portalegre, não haverá quase de certeza nenhuma equipa indicada por esta associação, sendo assim repescado o segundo classificado da AF com mais equipas inscritas para colmatar esta ausência.

 

AF Lisboa – Equipa B dos Lombos entra para a história

A equipa B da Quinta dos Lombos conquistou no passado fim-de-semana o Campeonato Distrital de Lisboa e entrou duplamente para a história. Foi a primeira equipa B a conseguir tal feito, depois da Equipa B do Benfica ter atingido a Final num ano, mas ter perdido para o Arneiros, e é também a primeira Equipa B a disputar a Taça Nacional, algo que só é possível também nesta temporada com a criação da 2ª Divisão. Para conquistar este distrital, venceram nas meias-finais o Torre Laranja na disputa pelas grandes penalidades, e venceu na final a SM3 Agosto 1885 garantindo assim essa vaga, sendo que a finalista vencida deverá também participar na prova devido as desistências previstas.

 

AF Setúbal – Equipa B do Feijó vence o Distrital, PCR vai à Nacional

Para além da Quinta dos Lombos, também o Futsal Feijó conquistou o distrital com a equipa B, mas estas não vão poder participar na Taça Nacional, até porque a equipa A que até já subiu de divisão participa ainda na 2ª e não poderia com isso a equipa B qualificar-se para a mesma divisão que a equipa A. Assim sendo, apesar da conquista do campeonato distrital de Setúbal, é mesmo o Portugal Cultura e Recreio quem vai participar na Taça Nacional ao serviço desta Associação de Futebol, depois dum honroso segundo lugar na competição.

 

AF Évora – Xelentadepto será o representante de Évora

Évora é outro dos distritos com o participante na Taça Nacional já confirmado ainda antes de começar. Num interdistrital de 4 equipas com a AF Beja, as duas equipas do distrito de Évora são o Internacional B e o Xelentadepto, sendo que a primeira pelos mesmos motivos do Futsal Feijó não poderia participar na Taça Nacional, algo que garantiu desde logo essa vaga para a Taça Nacional.

 

AF Beja – Só um milagre do Baronia tira o Ferreirense do Nacional

No tal interdistrital com a AF Évora, a AF Beja tem também duas equipas, mas desta feita ambas podem participar na Taça Nacional. Neste caso é o SC Ferreirense e o GDC Baronia, sendo que o Ferreirense está com pé e meio na competição, mas o Baronia ainda poderá conseguir conquistar esse lugar, isto se forem disputados todos os jogos que estão ainda em falta, algo que será bastante difícil tendo em conta o numero de jogos já disputados, e o numero de jornadas que ainda faltam até ao fim.

 

AF Algarve – “Machadinhas” de regresso ao Nacional

Depois do confinamento os Campeonatos Distritais no Algarve não recomeçaram. Na altura a AF Algarve decidiu que as equipas que estavam em 1º na altura seriam as definidas para as provas nacionais, pelo que será o GD Machados que vai representar o Algarve na Taça Nacional.

 

RA Madeira – Tudo por decidir nos próximos dias

Competição com 4 equipas que conta apenas com 2 partidas realizadas, mas que tem o calendário previsto para terminar no dia 5 de junho. GD Apel é líder com uma goleada no jogo que fez contra o Estrela da Calheta. Esse mesmo Estrela da Calheta goleou o Porto Moniz enquanto o Maritimo ainda não fez qualquer partida, jogando hoje (dia 1), dia 3 e dia 5.

 

RA Açores – Lusitânia e São Roque defrontam-se no Regional

AF Horta não tem competição e segundo a Zona Técnica apurou as equipas que pretendiam participar desistiram. Angra do Heroísmo também não tem competição e apenas o SC Lusitânia estará inscrito pelo que ficou desde logo à espera da campeã de Ponta Delgada, que acabou por ser o GD São Roque. Assim nos dias 5 e 6 de Junho joga-se o regional entre essas duas equipas.


Vídeos
Cascavel faz 3 golos em inferioridade numérica.
Jorge Braz analisa grupo de Portugal no Mundial 2021
Sorteio do Mundial da Lituânia
Entrevista de João Miguel ao Canal 11
Resumo da Final da UEFA Futsal Champions League | FC Barcelona 3-4 Sporting CP
Resumo da Meia-Final da UEFA Futsal Champions League | Inter Movistar 2-5 Sporting CP
Os melhores golos da Jornada 30 da Liga Placard Futsal
Os melhores golos da jornada 29 da Liga Placard de Futsal
Os melhores golos da jornada 28 da Liga Placard
Os melhores golos da Taça da Liga de Futsal Feminino - 2021
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade