Portugal vence Ucrânia e alcança final do Europeu de Sub-19



A Equipa das Quinas garantiu a presença na final do Euro de Futsal Sub-19.

A Equipa das Quinas chegou a esta fase depois de ter vencido o Grupo B, após triunfos diante de França, Polónia e Itália.
A Ucrânia foi 2º classificada do Grupo A com sete pontos, depois das vitórias sobre Roménia e Croácia, e do empate diante de Espanha.

Entrada forte de Portugal embora o primeiro remate tenha sido de Dychuk, com Rafael Freire a responder de imediato, num remate à malha lateral, e com Kutchy também a ter uma boa ocasião logo de seguida.
Numa bola parada, aos 3', Raul Moreira combina com Rúben Teixeira e, na recarga, Diogo Santos faz o 1-0. À passagem dos 6', Tomás Colaço isola-se e serve Pedro Santos, que falha na cara do guarda-redes ucraniano. Novamente numa bola parada, aos 7', Portugal tem uma combinação fantástica e Bruno Maior esteve muito perto de aumentar.
Pouco depois, Kutchy e Rúben Teixeira tiveram remates perigosos. A Ucrânia, com cinco faltas já cometidas, tentou o 5x4 para tentar igualar o jogo, mas Tiago Velho aproveitou uma bola perdida e atirou para o 2-0.
Na ponta final da primeira parte, os ucranianos começaram a criar mais perigo junto da baliza de Velho, mas a formação portuguesa foi sempre conseguindo controlar as situações.

Portugal voltou a entrar muito forte na segunda parte. Pedro Santos desperdiça um golo nos primieiros minutos e, pouco depois, Rodrigo Simão faz o 3-0 aos 22', a passe de Diogo Santos.
Os ucranianos procuram desequilibrar Portugal em 5x4 e foi numa resposta a essa situação que Rafael Freire meteu Kutchy na cara do golo para o 4-0, aos 31'. Aos 33', Dmytro Skybchyk reduziu para 4-1, numa boa jogada coletiva dos formação de Leste.

Foto e texto: FPF

Vídeos
Ricardinho em entrevista ao Goucha, na TVI
Pato: "Fizemos coisas boas, importantes, mas ainda temos de melhorar"
Nuno Dias: "Está tudo ainda muito precoce"
Jesus Velasco: "A diferença esteve na definição"
Os melhores golos da Jornada 21 da Liga Placard
À lei da bomba (e de Guitta)
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade