Edu Sousa ""Orgulho, acho que a palavra é orgulho. Uma satisfação enorme de voltar a levar mais uma taça para Portugal, mais uma conquista, para nós e para o nosso país."



Na chegada a Portugal, Edu, o "herói" das grandes penalidades falou para os jornalistas presentes.

O que vai na alma? "Orgulho, acho que a palavra é orgulho. Uma satisfação enorme de voltar a levar mais uma taça para Portugal, mais uma conquista, para nós e para o nosso país."

Não tinha jogado nenhum minuto e foi decisivo. Todos contam? "Sim, foi o que o mister disse sempre. Logo no primeiro dia ele disse que íamos ser todos importantes. Sei que estava a jogar o André Sousa e para mim é bom também, estou com ele, estou sempre a apoiá-lo e quando é a minha vez tento fazer o melhor possível. Já tinha falado com o mister que se fôssemos a penáltis ia ser eu a defender e vi logo a confiança dele nos olhos, a confiança que tinha em mim nos penáltis e isso também ajuda um bocado."

Jorge Braz disse que ninguém perdia nos penáltis com Edu Sousa na baliza. Dá moral? "Sim. Por acaso, no dia anterior, estávamos a brincar com isso, porque ele já viu três ou quatro decisões nos penáltis e por acaso nunca me viu perder. Ele estava a dizer mesmo isso, que comigo era impossível nos penáltis e, por sorte, mais uma vitória."

Conhecer melhor os espanhóis ajuda? "Sim e não. É verdade que conheço mais onde eles batem, mas eles também me conhecem a mim. Ajudou um bocado. Há jogadores que conheço, que me bateram penáltis durante muitos anos nos treinos e também ajuda."

foto - fpf.pt

Vídeos
Ricardinho em entrevista ao Goucha, na TVI
Pato: "Fizemos coisas boas, importantes, mas ainda temos de melhorar"
Nuno Dias: "Está tudo ainda muito precoce"
Jesus Velasco: "A diferença esteve na definição"
Os melhores golos da Jornada 21 da Liga Placard
À lei da bomba (e de Guitta)
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade