Jorge Braz: "É o maior orgulho que todos nós temos, pertencer a esta família e representar o país"



Jorge Braz, selecionador nacional de futsal, agradeceu o prémio recebido na sequência da conquista da Finalíssima.

"Palavra que repetidamente ouvimos aqui hoje neste palco foi 'orgulho'. Não sei porquê, saiu-me no domingo, que é um orgulho imenso representar Portugal, é um orgulho imenso treinar estes jogadores que representam todos os jogadores portugueses. Esta última conquista foi dedicada a todos os jogadores portugueses, meninos e meninas. Estamos cá para lhes proporcionar oportunidades. Muito obrigado à minha família do futsal, a este staff maravilhoso. Que noite especial, senhor presidente. Isto é o que representa a família FPF. É o maior orgulho que todos nós temos, pertencer a esta família e representar o país com esta alma e orgulho. Muito obrigado a todos. Não podia terminar sem desejar toda a sorte do Mundo à seleção de futebol masculino, à seleção de futebol de praia que nos ensinou o caminho e à seleção feminina de futebol", enalteceu.

foto - fpf.pt

Ainda no futsal Zicky, Ricardinho e Ana Azevedo foram distinguindos

Ana Azevedo: "Pessoalmente este prémio significa muito. Como toda a gente diz e é verdade, representar o nosso país é um privilégio enorme e tenho orgulho de o fazer e espero fazê-lo por mais tempo".

Zicky Té: "O nome vem ao de cima mas não vemos o que está por trás. Obrigado aos meus companheiros e espero continuar assim".

Ricardinho: "Obrigado por terem baixado o micro (risos). Ia dar os parabéns individualmente aos jogadores, mas percebi que tinha que dar a todos. Quero desejar sorte para o futebol feminino para o apuramento para o Mundial, ao masculino no Mundial, ao futsal... Muito obrigado ao presidente [Fernando Gomes], pela aposta que fez em todos os escalões. Dei o meu melhor sempre. Depois da decisão de dar um passo ao lado, para os mais jovens darem um passo em frente, sinto que foi um passo certo depois de ter visto esta conquista. Orgulho por fazer parte desta família."

O astro português referiu ainda que "É bom estar aqui para dar uns calduços aos meus antigos companheiros"
Ricardinho também não faltou a esta gala 'Quinas de Ouro' e mostrou-se satisfeito por voltar a rever os antigos companheiros. "Mandei mensagem a todos, temos um grupo de quando fomos campeões da Europa. Falei com o Pedro Dias e com o mister. É bom estar aqui para lhes dar uns calduços. Relembrar-lhes que é bom conquistar, mas também é importante ter essa vontade de continuar a vencer", frisou ao Canal 11.

"Passei uma temporada atribulada, problemas no clube e pela lesão que tive com cinco meses a recuperar. Sabia que era o meu último Mundial, queria aproveitar da melhor maneira e foi algo importante para fazer o que queria: chegar-me ao lado para dar lugar aos mais novos brilharem como fizeram no domingo", atirou.

Ainda antes da entrega de prémios, Jorge Braz dizia que "É sempre possível, basta querer muito e queremos todos o mesmo", referindo-se à conquista da finalíssima.

"Fazer parte desta família e hoje é noite de família da FPF. Há equipas de alto rendimento e temos de ir atrás. Às vezes festejar é relembrar o que têm sido estes últimos anos. Basta querermos e querermos mais. Quando queremos muito as coisas até caem para o nosso lado", começou por dizer ao Canal 11.

Melhor momento da época: "É difícil. [Os três títulos] são todos diferentes. Foi muito especial o que vivemos no domingo. Só estamos lá porque fomos campeões da Europa. Novamente com adversários do Campeonato do Mundo. Um título para coroar os melhores das duas confederações. Foi muito especial, um momento difícil de pré-época e ainda sem jogos oficiais."

A seleção Nacional Feminina Universitária, foi também galardoada esta noite e Carolina Pedreira recordou essa final. "Foi sofrer até ao fim e um dos melhores momentos da época para mim. Para além de ter sido campeã mundial também foi muito bom chegar à Seleção Nacional", afirmou a jogadora do Sporting, que é prima de Erick Mendonça, também jogador de futsal dos leões.

Recorde todas as distinções:
100 anos de existência - Seleção Nacional

Maior goleador de Seleções - Cristiano Ronaldo

Ovação pelos 40 anos de existência - Seleção Nacional Feminina

Feito inédito - Bicampeões europeus, campeões mundiais e vencedores da Finalíssima intercontinental - Seleção Nacional de Futsal

Campeãs Mundiais  - Seleção Nacional de Futsal Universitário Feminino

Melhor Jogador do Europeu (Seleção Nacional de Futsal) - Zicky Té

Melhor jogador do Mundial (Seleção Nacional de Futsal) - Ricardinho

Melhor Jogadora do Europeu (Seleção de Futsal Feminina) - Ana Azevedo

Tricampeões da Europa (Futebol de Praia) - Madjer e Mário Narciso

Distinção Youth League - SL Benfica Sub-19 e Sub-20

Distinção época 2021/2022 (Futebol de Praia) - SC Braga

Distinção época 2021/2022 (Futebol de Praia Feminino) - AD Pastéis

Distinção época 2021/2022 (Futsal) - Sporting CP

Distinção época 2021/2022 (Futsal Feminino) - SL Benfica

Distinção época 2021/2022 (Liga 3) - SC União Torreense

Distinção época 2021/2022 (Liga 2) - Rio Ave

Distinção época 2021/2022  (Futebol) -  FC Porto

Distinção época 2021/2022 (Futebol Feminino) - SL Benfica

Distinção Plano de Apoio à integração dos refugiados ucranianos - "Cada Clube, Uma Família"

Distinção (Treinadores) - Abel Ferreira, José Mourinho, Leonardo Jardim

Vídeos
Ricardinho em entrevista ao Goucha, na TVI
Pato: "Fizemos coisas boas, importantes, mas ainda temos de melhorar"
Nuno Dias: "Está tudo ainda muito precoce"
Jesus Velasco: "A diferença esteve na definição"
Os melhores golos da Jornada 21 da Liga Placard
À lei da bomba (e de Guitta)
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade