Peñíscola vence ElPozo em depressão da Copa



A equipa de Castellón venceu a equipa de Múrcia para manter vivo o sonho de entrar nos playoffs. Primeira derrota com Dani Martínez nos comandos.

A necessidade superou uma situação pálida. E em clima de luto, de duelo, o Peñíscola viu a oportunidade perfeita para somar três pontos que valem ouro contra nem mais nem menos que o segundo da tabela: ElPozo Murcia. No nono jogo aos comandos da equipa murciana, os castelhanos conseguiram na 25ª jornada da Primeira Federação o que nenhuma outra equipa conseguiu nas oito anteriores: derrotar Dani Martínez. Além disso, com uma vitória (5-1) para tirar dois pontos do Valdepeñas após o empate com o Ribera Navarra (3-3) e manter vivo o seu principal objetivo (evitar a descida) e o sonho dos playoffs.

Mérito imenso do Peñíscola apesar de ElPozo ter chegado convalescente, com a ferida da derrota nos penáltis na Copa da Espanha contra o Barça muito recente, muito aberta. Apesar da imensa deceção ao ver o troféu passar diante de seus olhos (venceram a 4 segundos do fim do tempo regulamentar), os murcianos apareceram no Pavilhão Juan Vizcarro com a invencibilidade intacta sob a direção de Martínez do banco, uma barreira nada fácil de derrubar.

Porém, o Peñíscola aproveitou a sua enorme projeção ofensiva (quarta equipa mais goleadora da Liga) para ir para o intervalo com um 3-0 favorável (golos de Gauna, Juanqui e Pani) que caiu como uma pedra no já diminuído ânimo do Múrcia. No segundo tempo, o artilheiro Marcel (26 golos em 25 jogos) não faltou ao encontro com o golo de diminuir a diferença, mas com o ElPozo envolvido com o 5x3, Juanqui e Víctor Pérez mataram a partida. Com 15 pontos em jogo para encerrar a fase regular, a equipa de Castellón segue oito pontos atrás do Valdepeñas, que fecha as vagas para os playoffs. Empreendimento difícil, mas depois de eliminar o Barça na Copa del Rey com um golo no último segundo, esta equipa não entende mais coisas impossíveis.


Jaén olha para frente

A derrota de ElPozo, além dos danos emocionais, também teve consequências negativas. O Jaén, com olhar atento à distância, aproveitou o revés para, na visita ao Alzira, apertar ainda mais o cerco à zona nobre da tabela (1-3): 1 ponto atrás de ElPozo e 3 atrás do líder Barça. Os Jaenenses, apesar da incerteza que o empate de Carlos na segunda parte (1-1) , conseguiram a vitória com golos de Mati Rosa e Chino nos últimos três minutos. A resistência estoica dos valencianos, que sobreviveram sem sofrer golos na primeira parte durante os dois minutos da expulsão de Castejón, foi em vão, por isso continuam com água até ao pescoço: Com a vistória do Noia Portus este domingo em casa ao Palma Futsal, o Alzira regressou à posição de descida.
Vídeos
Os melhores golos do Jogo 1 Quartos de Final da Liga Feminina Placard
Os melhores golos da Jornada 20 da Liga Placard Futsal
Os melhores golos da Jornada 22 da Liga Feminina Placard
Os melhores golos da jornada 19 da Liga Placard de Futsal
Os melhores golos da Jornada 18 da Liga Placard Futsal
Os melhores golos da Jornada 17 da Liga Placard
Os melhores golos da jornada 21 da Liga Feminina Placard
Os melhores golos da Jornada 20 da Liga Feminina Placard Futsal
Os melhores golos da Jornada 16 da Liga Placard de Futsal
Joel Rocha: "porque é uma paixão, não é uma profissão... corre-me no sangue, corre-me nas veias"
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade